Tel.: +55 11 4301-3714 / 4301-3715

Conheça as características do osso

O que é

O osso é uma estrutura formada por tecido ósseo, um tipo de tecido conjuntivo muito rígido caracterizado pela presença de cálcio, fibras de colágeno e proteoglicanas. São órgãos esbranquiçados e duros que se unem aos demais por articulações para formar o esqueleto do corpo.

Os ossos formam o sistema esquelético de todos os animais vertebrados, desempenhando muitas funções: sustentação dos tecidos moles, proteção de órgãos, mobilidade, armazenamento e liberação de minerais na corrente sanguínea, produção de células do sangue e reserva de energia (triglicérides). O esqueleto humano é formado por 206 ossos.

Eles são classificados de acordo com sua forma: ossos longos, com comprimento maior que a largura, composto de grande quantidade de tecido ósseo compacto e pequena quantidade de osso esponjoso nas epífises; ossos curtos, com comprimentos e larguras praticamente iguais e compostos por osso esponjoso e uma fina camada de tecido ósseo compacto; ossos planos ou laminares, compostos por duas lâminas paralelas de tecido ósseo compacto com osso esponjoso entre elas.

Ossos intermediários são divididos em cinco grupos. Os ossos alongados, como os da costela, são longos e achatados, não apresentando canal central. Ossos irregulares, como as vértebras, apresentam formas complexas e quantidades variáveis de tecido esponjoso e compacto. Ossos pneumáticos são ocos e cheios de ar. Localizados dentro de tendões, os ossos sesamoides variam de tamanho e número entre os indivíduos. Por fim, os ossos suturais, que ficam dentro de suturas entre ossos do crânio.

O sistema esquelético é formado por cabeça, tórax, coluna vertebral, membro superior e membro inferior. O crânio é o esqueleto da cabeça, formado pelo neurocrânio, um conjunto de oito ossos que revestem o cérebro e as meninges encefálicas, e pelo esqueleto da face, constituído por 14 ossos que circundam a boca e o nariz. O tórax é formado por 12 vértebras e 12 costelas, esterno e cartilagens costais.

A coluna vertebral estende-se do crânio até a pelve, composta por 24 vértebras alinhadamente sobrepostas, sacro e cóccix. No grupo dos membros superiores estão a cintura escapular, com clavícula e escápula; braço, com úmero; antebraço com rádio e ulna, e os ossos da mão. Entre os membros inferiores, o ilíaco, o osso do quadril, o fêmur e a patela na coxa, a tíbia e a fíbula na perna e os ossos dos pés.

Funcionamento

São os ossos que dão suporte aos músculos do corpo, funcionando com cartilagens e juntas como um sistema de alavancas. Também protegem os principais órgãos do corpo, como o cérebro, os pulmões e o coração, além de servirem como reserva de minerais, especialmente de cálcio e fósforo.

Alguns ossos possuem tutano, a medula amarela que é constituída por células adiposas, atuando como uma despensa de gordura para o organismo. Outros ossos, como o crânio e a coluna, são preenchidos com medula óssea vermelha, onde são produzidas hemácias, leucócitos e plaquetas.

Mais de 90% do cálcio do corpo está presente nos ossos, para garantir a solidez do esqueleto, suprir o organismo com o mineral e preservar as funções vitais por meio da reabsorção óssea. Pesquisas recentes demonstram que o processo de renovação é também um importante regulador da glicose no sangue, já que um hormônio – a osteocalcina – liberado pelo osso favorece a síntese e excreção da insulina.

Curiosidades

No corpo humano, o esqueleto feminino é diferente do esqueleto masculino. Nos homens, os ombros são mais largos e o tórax é maior, a pelve é mais estreita e o comprimento das pernas representa 56% da altura, ao passo que nas mulheres representa 50%. Além disso, enquanto o esqueleto adulto é formado geralmente por 206 ossos, um recém-nascido pode possuir 300, que serão fundidos até os 22 anos.

Contudo, o osso é uma estrutura dinâmica, um tecido vivo: é continuamente renovado ao longo da vida por um processo chamado reabsorção e remodelação óssea, em que células (osteócitos, osteoblastos e osteoclastos), fibras colágenas e outras substâncias são destruídas e substituídas lentamente. Quando há alteração nesse mecanismo, algumas doenças como a osteoporose podem surgir.

Um esqueleto humano saudável representa 14% do peso corporal, sendo que mais da metade dos ossos está presente nas mãos e nos pés. O único osso que não se liga a nenhum outro é o hióide, situado abaixo do maxilar, sendo suportado apenas pelos músculos do pescoço e que suporta, por sua vez, a língua.

Para que o esqueleto funcione corretamente, o indivíduo deve consumir quantidades de cálcio e fósforo adequadas. A vitamina D, produzida na pele pela exposição aos raios ultravioletas, promove a absorção de cálcio e regula o metabolismo ósseo. Por esse motivo, foi utilizada por muito tempo como suplemento alimentar na prevenção do raquitismo. O hormônio de crescimento somatotrofina, a calcitonina, o paratormônio e hormônios sexuais também estão envolvidos no processo ao promover o crescimento de novo tecido ósseo.

Doenças relacionadas

– Artrite reumatoide

– Ciática

– Desordem temporomandibular

– Escoliose

– Fascite plantar

– Hálux valgo (joanete)

– Hérnia de disco

– Lesão no menisco

– Mieloma múltiplo

– Osteoartrite

– Osteoporose

Essa matéria foi originalmente publicada no IG

  • Joais Jackson

    não encontrei oq eu procurava 🙁

Todos os Direitos Reservados © | Ossis Medical 2013
Desenvolvido por Estudio Paladino